8 de setembro de 2011

lembrando e constatando!



Tanto tempo sem vir postar...tenho muita coisa pra falar, mas a combinação faculdade + tcc + estágio não anda me deixando muitas escolhas a não ser deixar um pouco o blog de lado. Não tô reclamando da minha vida não, apesar de sempre achar que tenho coisas pra melhorar, agradeço sempre por estar onde estou hoje.
Sinto falta de sentar aqui e escrever, desabafar. Pôr pra fora todos os sentimentos, fossem eles bons ou ruins.
Tenho segurado muita coisa pra mim, só pra mim! 


Me peguei pensando no atual momento da minha vida...que apesar de ter apenas duas décadas (falando assim parece muito..rs!) ok, na minha longa vida de 22 anos, passa um filme na cabeça, os momentos vividos..as brincadeiras, o melhor tempo..os melhores desenhos animados. Segurar minha irmã no colo, as broncas de minha mãe, os bombons de minha vó na volta da escola. Porto Seguro no verão, praia..huuum, o cheio do mar! Vir embora pra cá, a minha alegria quando cheguei aqui, a sensação de sonho realizado. A faculdade, as novas descobertas, as novas amizades. As noites e noites acompanhadas de Kotler, as noites e noites de reggae, o Papa. Ah! o TCC...rs!
Me peguei pensando nas pessoas que me acompanham, pessoas que sempre fizeram parte da minha vida, as que passaram a fazer, as que estão entrando agora...
Antes tarde do que nunca começo a perceber as pessoas que realmente valem a pena! Sim, eu quebrei e continuo quebrando a cara...isso faz parte da vida de qualquer um! Eu só não admito que digam que eu NÃO fui amiga, que não corri atrás, que fui injusta, e muito menos que sou falsa. Conversar? É, eu busco conversar com eu acho que vale a pena, com quem entende que amizade não é uma troca de elogios, que não é passar a mão na cabeça sempre, pra mim, amizade é acima de tudo ser VERDADEIRO. É entender, é não ficar de cara fechada quando o outro tenta te abrir os olhos, é saber conversar...enfim, as pessoas não são iguais. Vivo repetindo pra mim mesma que só quero perto de mim pessoas que me agreguem coisas boas.
PS¹: Na última pancada, percebi que essa pessoa que sempre me chamava de "amiga" não me considerava nem um pouco. Afinal, as únicas amizades verdadeiras "dela" estavam longe!


Tudo anda tão nostálgico e tão cheio de vontade de "mudar".
É, eu tô com vontade de sair por aí caminhando, cantando e seguindo a canção...
E agora?


"O que faz o beija-flor ter vontade de voar?"  ♪♫

Acho que a pergunta certa hoje seria "O que faz um beija-flor que tem vontade de voar?" =S


Romana

Nenhum comentário: